XX Festival de Folclore de Santo Varão 2018

folclore2018

Decorreu no 7 de Julho de 2018 o XX Festival de Folclore em Santo Varão. Congratulamo-nos com o êxito alcançado e felicitamos o Rancho Folclórico do CBM não só pela divulgação que tem feito das tradições e património imaterial da nossa terra, mas também pelo excelente trabalho de pesquisa, recolha e salvaguarda do mesmo.
Numa altura que se comemora o Ano Europeu do Património Cultural 2018, foi este evento uma forma muito enriquecedora e uma valiosa mais-valia para estas comemorações. Parabéns Rancho Folclórico na pessoa de todos os seus elementos.
(Fátima Tarrafa, 2018)

Concerto de Adriana Calcanhotto no CBM

adriana1

Aproveitando o seu regresso a Coimbra, no dia 1 de maio de 2018 o Centro Beira Mondego engalanou-se para receber a cantora e compositora brasileira Adriana Calcanhotto, considerada uma das mais importantes compositoras da música popular do Brasil contemporâneo pela variedade de estilos musicais que utiliza (samba, bossa nova, funk, rock, pop, baladas, etc.).

Adriana Calcanhotto está de novo na Universidade de Coimbra para dar concertos, para ensinar e para aprender. Leccionou o curso “Como escrever canções”, no qual foram abordadas temáticas como a especificidade da “escrita de canções” como uma atividade complexa, evolução do formato canção das origens ao tempo presente, estrutura e partes da canção e sentido e estrutura da canção.

adriana2

Um Olhar sobre a Faiança Ratinho

Ratinhos SV 2017-ver2Os “Ratinhos” é uma expressão que denomina os trabalhadores rurais da Beira que migravam sazonalmente para o Alentejo na época das ceifas.

A faiança Ratinho, produzida desde os finais do século XVIII, decorada com flores, penas e, mais tarde, com figuras típicas, é constituída por louça vidrada de produção popular das fábricas de faiança de Coimbra. Era um tipo de louça amplamente difundida e comercializada por ser extremamente barata, devido à fraca qualidade e ausência de valor artístico.

Como tal, sobretudo os pratos, eram então levados para o Alentejo por aqueles “Ratinhos” que pretendiam, durante o tempo de estadia nas ceifas, possuir um prato próprio, evitando partilhar o mesmo prato com várias pessoas na hora da refeição.

Esta louça denominava-se ainda por “Troca-Trapos”, pois era costume, no final da época da ceifa, serem trocadas por roupas, mantas ou tecidos da Fábrica de Lanifícios.

A investigação tenta encontrar possíveis influências da arte persa popular, sobrevivências da mais antiga cerâmica coimbrã designada Briosa ou afinidades espanholas, nomeadamente catalãs.

Atualmente, dado o desaparecimento do seu fabrico, constitui um incalculável valor artístico para os seus colecionadores.

É, pois, um espólio desta faiança que os visitantes poderão ver, se se deslocarem no próximo domingo, dia 9 de Abril, ao Centro Cultural de Santo Varão.

(Fátima Tarrafa, 2017)

Grande Noite de canções e fados!

No próximo sábado, dia 17 de setembro, em Santo Varão, no Centro Beira Mondego, como início previsto para as 21:30 horas.
Como a especial presença da conhecida atriz e cantora Rita Ribeiro e com a participação dos cantores locais António Alberto, Mila Pacheco, Inês Freire, Beatriz Moreira e Sofia Henriques.
Estes artistas estarão acompanhados à viola por José Manuel Rodrigues e à guitarra por Sílvio Girão.

fados_cbm_2016

Atelier de dança – Viras e Verde Gaios

viras_verdegaiosDois dos grupos participantes no XVIII Festival de Folclore de Santo Varão, o Grupo Folclórico do de Abitureiras e o Rancho Folclórico da Casa do Minho em Lisboa vão dinamizar um atelier de dança aberto a toda a população, através do qual pretendem dar a conhecer algumas das suas modas. Este atividade realiza-se no mesmo dia do Festival, 2 de julho, pelas 16:30, também no adro da Igreja Matriz.

XVIII Festival Nacional de Folclore

Festival 2016No dia 2 de julho, pelas 21:30 no adro da Igreja Matriz, realiza-se o XVIII Festival de Folclore de Santo Varão com a presença de, para além do Rancho local, mais quatro importantes grupos do folclore nacional: Grupo Folclórico do Centro de Abitureiras, Santarém; Grupo Folclórico de Castovães, Águeda e Rancho Folclórico da Casa do Minho em Lisboa, Lisboa.

Mostra etnográfica no CBM

casamento2015O Rancho Folclórico do Centro Beira Mondego – Santo Varão, vai realizar no dia 21 de novembro de 2015, pelas 21:30 horas, nas suas instalações, uma Mostra etnográfica subordinada ao tema “O Casamento”.

Feira de S. Martinho 2015

feiraCumprindo-se a tradição, realizou-se no passado fim de semana mais uma feira de S.Martinho. À semelhança dos anos anteriores, decorreu num clima de convívio entre santovaronenses, amigos da sua aldeia, e forasteiros que tiveram curiosidade em feirar produtos típicos desta região.
O sol, ao contrário de outros anos, também se quis associar a este certame, pelo que o almoço/convívio de domingo foi o ponto alto da feira.
Paralelamente, a exposição de Rendas e Bordados, patente no Centro Cultural de Santo Varão, que complementou este evento, foi do agrado de quem nos visitou.
A todos que colaboraram na preparação e realização destas actividades, um agradecimento muito profundo da Liga de Amigos de Santo Varão. (Fátima Tarrafa, 2015)

“Graças a Deus”, novo livro de Hermínio Markes

gracasadeus1Foi com uma sala completamente cheia que assistimos ao lançamento do livro GRAÇAS A DEUS, da autoria do nosso conterrâneo e amigo Hermínio Marques. Uma “estória” interessante, com uma escrita coloquial, que nos remete para os anos 60 do regime salazarista, tendo como cenário uma pacata aldeia, onde a figura sinistra do padre se impõe pelo medo a uma população semianalfabeta.
A representação de um pequeno excerto da obra foi o condimento suficiente para abrir o apetite para a sua leitura.
Parabéns ao Hermínio.
Ficamos a aguardar pelo próximo. (Fátima Tarrafa, 2015)

Graças a Deus (48)

gracasadeus3

Hermínio Markes apresenta novo livro

gracas a deusO escritor santovaronense Hermínio Markes convida para o lançamento do seu livro intitulado “Graças a Deus” que se realizará no Centro Cultural de Santo Varão no dia 31 de Outubro de 2015 pelas 20:30 horas. Durante a cerimónia será feita uma pequena dramatização de um trecho do livro e servido um Porto de honra.

Nota: Clique na imagem para aceder e imprimir o convite.