Evocação

No recolhimento do nosso lar e em espírito, celebremos a festa da Senhora do Amparo, recordando a origem deste culto mariano.

Documentos coevos assinalam ser a capela de Nossa Senhora do Amparo, situada no então Casal das Machadas, desta freguesia, de época bastante recuada. A data da sua construção não é precisa, mas com toda a certeza é anterior a 1619. Nesse mesmo ano foi sepultada “Maria, filha de António Fernandes dentro da hermida de N.S.ª do Amparo, junto com sua may “, o que nos leva a corroborar essa mesma afirmação. O registo de óbito do citado António Fernandes, de 26/09/1623, di-Io morador no Casal da Machada e sepultado “dentro da hermida de Nossa Sª do mesmo cazal que elle mandou fazer“, pelo que não restam dúvidas ter sido ele o seu fundador. A tradição oral vai mais longe ao associá-la ao cumprimento de uma promessa de alguém que, em pleno oceano, confrontado com o perigo de um naufrágio, ter prometido erigir uma capelinha, sob a invocação de N. S. do Amparo, caso se salvasse de semelhante tormenta.  A âncora, que a Virgem ostenta numa mão que significado terá? Terá alguma relação com esta “lenda”?
Mais tarde, a necessitar já de reparações, serão os herdeiros deste que a isso são obrigados visto “q. herão senhores das d.propriedades” onde aquela fora construída.
Posteriormente, face ao estado de ruína em que se encontrava, Francisco Coelho da Cunha, residente na quinta do matoutinho e possivelmente na pertença já desta área, manda-a reformar de ” ornamentos e altar por estar vertendo agoa e cheia de raizes q. se achavão desfazendo… ”
Assim remodelada, viria uma vez mais a entrar em ruína passados alguns anos.
Em 8 de Junho de 1754 dá entrada no Cartório da Câmara Eclesiástica uma nova petição, apresentada pelo Desembargador Manuel Ferreira de Oliveira, “provedor da Camara de Leyria com casa e fazendas no couto de S. Verão“, para mandar fazê-la ” a fundamentis” pelo ” risco que lhe parecer mais decente. ”
A razão invocada é, não só a grande devoção que tinha à dita Senhora, como também o facto de ela estar situada em duas propriedades e olivais que lhe pertenciam à data e que estavam obrigados aos reparos daquela.

E assim permaneceria na posse dos seus herdeiros que, já no século passado, a doariam à Igreja Matriz. De referir que a actual imagem veio substituir a primitiva, de pequenas dimensões, ainda que muito mais valiosa, por decisão da então proprietária.

Concerto de Natal

Com a aproximação da quadra natalícia, assiste-se, quase em todas as localidades, a programações diversas, mas sempre ligadas ao acontecimento incontornável, no mundo cristão,que é o nascimento de Jesus.

Também na nossa aldeia, Santo Varão, à semelhança dos demais anos, irá ter lugar um Concerto de Natal, no dia 22 de Dezembro, a cargo da Filarmónica 15 de Agosto Alfarelense, na Igreja Matriz.

Aproveitando a quadra, a anteceder o referido concerto, terá lugar uma pequena cerimónia de apresentação do restauro da talha dourada da Igreja Matriz e que contará com a atuação do Coro Litúrgico da Imaculada Conceição de Tentúgal.

Contamos com a vossa presença!

Feira S. Martinho, mais um sucesso

 

A imagem pode conter: fruta e comidaApesar do S. Pedro não ter ajudado à festa, foi num ambiente acolhedor e familiar que decorreu a tradicional feira de S. Martinho. À semelhança dos anos anteriores, apenas com a mudança de cenário, os santovaronenses e amigos honraram-nos com a sua presença, assim como uma representação da Junta de Freguesia e Câmara Municipal de Montemor-o-Velho.

Agradecemos o apoio do associativismo local e em particular o nosso reconhecimento ao Centro Beira Mondego pela prontidão com que respondeu ao nosso apelo para a cedência das suas instalações.
À população e amigos que nos apoiaram com os seus donativos e compras, o nosso agradecimento.

A imagem pode conter: interioresA imagem pode conter: 2 pessoasA imagem pode conter: interioresA imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e interiores

Laurentino Oliveira – medalha de mérito

A 8 de Setembro de 2019, dia do concelho de Montemor-o-Velho, em sessão solene que se realizou nos Paços do Concelho, o nosso concidadão Laurentino Nunes Oliveira, foi agraciado com a Medalha de Mérito Municipal Cultural da Freguesia de Santo Varão.

O Portal de Santo Varão felicita o homenageado e orgulha-se desta distinção de mérito atribuída a uma individualidade da cultura de Santo Varão.

XXI Festival Nacional de Folclore/ Santo Varão

A identidade de um povo firma-se na memória colectiva que, passando de geração em geração, acaba por consolidar essa mesma marca identitária. Quando isso não acontece, deixa-se de ter referências e o sentimento de pertença a uma comunidade vai-se diluindo com o tempo até desaparecer por completo. É todo um património que se perde, muitas vezes de forma irreparável.

Daí, a importância de preservar as referidas marcas, quer conservando-as, quer “desenterrando-as” no caso da sua perda iminente, através de um trabalho aturado de pesquisa de fontes escritas ou orais ainda disponíveis.

E tem sido esse o trabalho que o Rancho Folclórico do Centro Beira Mondego vem desenvolvendo ao longo da sua já longa existência, possibilitando assim manter vivas as tradições, usos e costumes da comunidade santovaronense, consolidando assim a identidade local e por inerência a de todo o Baixo Mondego, onde estamos inseridos.

Por tudo isto, vale a pena assistir, no próximo sábado, dia 6 de Julho, a mais um festival etnográfico e nacional, que irá decorrer no adro da Igreja Matriz de Santo Varão.

Nossa Senhora do Amparo 2019

Mais um ano, mais uma Páscoa e, como dita a tradição, mais uma festa em honra de Nossa Senhora do Amparo.
No domingo, 21 de Abril, dia de início dos festejos, destacamos a procissão das velas e o Concerto de Páscoa na Igreja Matriz. No dia 22, a Missa solene seguida de procissão e o concerto no Centro Beira Mondego. No dia 23, a Missa campal, as merendas no pinhal e a atuação de um grupo de concertinas. No dia 24, um grandioso baile e, para terminar os festejos, no dia 25 de abril, um sempre animado jogo de futebol “Solteiros contra Casados”.

Cartaz para imprimir.

Peça de teatro musical “A Menina Do Mar”

A Companhia profissional de teatro “ADN De Palco”, com sede em Santo Varão, leva à cena no palco do Centro Beira Mondego a peça teatral para crianças “A Menina Do Mar” de Sophia de Mello Breyner Andresen. A estreia está prevista para hoje, sábado, às 21:30 horas.

Estes espetáculos visam comemorar o centenário da escritora Sophia de Mello Breyner Andresen. De acordo com informação prestada à Revista Online de Cultura, Lazer e Viagens, trata-se de um “(..) espetáculo que faz reflexões sobre temas importantes: a saudade, a amizade, o sonho, o medo, a alegria, o imaginário, a Terra, o Mar, as estações do ano, a poluição, a reciclagem, entre outros. Uma história para crianças mas com uma mensagem para as pessoas mais crescidas capazes de entender que não devemos desistir dos nossos sonhos à primeira dificuldade. É um espetáculo divertido, sensível, repleto de aventuras, divertidas personagens com figurinos coloridos e um duplo cenário mágico. Tudo isto converte o palco num mundo de fantasia, música, luz, cor, fumo e até bolhas de sabão!”.

Tasquinha do CBM

Reportagem sobre a Tasquinha do Centro Beira Mondego de Santo Varão realizada pelo programa “Aqui Portugal” no âmbito do Festival do Arroz e da Lampreia de Montemor-o-Vellho (16 de Março de 2019).

Clique no seguinte link, seleccione o minuto 07:35 e veja a reportagem:
https://www.rtp.pt/play/p5288/e395509/aqui-portugal/730193

Relembrando…

É já no próximo domingo, dia 27 de Janeiro, que se vai realizar o divulgado almoço solidário a favor das obras de restauro da talha dourada da Igreja Matriz da freguesia de Santo Varão.

Apesar de o número de inscrições já ultrapassar as nossas expectativas, muito gostaríamos de poder chegar ao montante dos 200 convivas. Como tal, apelamos a toda a freguesia e amigos que se juntem a nós nesta ambiciosa tarefa de preservar o nosso património. Todos juntos e, sem qualquer apoio do exterior, a começar pela autarquia,( pelo menos no que diz respeito à nossa freguesia), iremos angariar os cerca de 40.000 euros necessários.

Junte-se a nós! O sonho comanda a vida..

Igreja Matriz recebeu Concerto de Natal

Tal como foi noticiado, realizou-se no passado dia 23 de Dezembro, o Concerto de Natal, pela Filarmónica Alfarelense e da iniciativa da Liga de Amigos de Santo Varão.

A Igreja Matriz encheu-se por completo para assistir a este evento que, pela reação dos que assistiram, foi de pleno agrado e um sucesso.

De facto, sob a batuta do maestro Reis Pereira, e com um elenco de músicos onde sobressaíram muitos jovens artistas, sucederam-se várias interpretações natalícias, de elevado nível artístico, o que revela desde logo o mérito desta filarmónica.

Feito um balanço bastante positivo desta iniciativa, estão abertas as portas para que a Liga de Amigos passe a inscrever esta iniciativa no plano anual de atividades.

Um agradecimento a toda a comunidade que nos faz pensar que afinal vale a pena trabalhar em prol da mesma.

Notícia publicada pela Câmara Municipal:
http://www.cm-montemorvelho.pt/index.php/municipio/comunicacao/item/2721-lasv-da-mais-cor-ao-natal-em-santo-varao