Igreja Matriz recebeu Concerto de Natal

Tal como foi noticiado, realizou-se no passado dia 23 de Dezembro, o Concerto de Natal, pela Filarmónica Alfarelense e da iniciativa da Liga de Amigos de Santo Varão.

A Igreja Matriz encheu-se por completo para assistir a este evento que, pela reação dos que assistiram, foi de pleno agrado e um sucesso.

De facto, sob a batuta do maestro Reis Pereira, e com um elenco de músicos onde sobressaíram muitos jovens artistas, sucederam-se várias interpretações natalícias, de elevado nível artístico, o que revela desde logo o mérito desta filarmónica.

Feito um balanço bastante positivo desta iniciativa, estão abertas as portas para que a Liga de Amigos passe a inscrever esta iniciativa no plano anual de atividades.

Um agradecimento a toda a comunidade que nos faz pensar que afinal vale a pena trabalhar em prol da mesma.

Notícia publicada pela Câmara Municipal:
http://www.cm-montemorvelho.pt/index.php/municipio/comunicacao/item/2721-lasv-da-mais-cor-ao-natal-em-santo-varao

 

 

Concerto de Natal

No próximo dia 23 de Dezembro, pelas 16h 30m, a Liga de Amigos de Santo Varão, associando-se ao espírito natalício, vai promover um Concerto de Natal, na Igreja Matriz de Santo Varão.
O espectáculo estará a cargo da Filarmónica 15 de Agosto Alfarelense que já nos habituou a belíssimos espectáculos musicais.
Por tal razão, a Liga de Amigos convida toda a comunidade e amigos a assistir a este evento que promete algumas surpresas…

Coimbra tem mais encanto…

Foi com este ícone da canção coimbrã, A Balada do Sexto Ano Médico, que terminou a noite de fados que teve lugar no largo da Senhora da Tocha, em Santo Varão, promovida pela Comissão de Festas da Senhora do Amparo.

Serão bastante agradável, com a assistência a colaborar com os fadistas que  nos mimaram com um reportório muito vasto e diversificado. A completar a noite, um excelente trio de música ligeira, sob a direção do maestro Sílvio Rajado, que acompanhou a jovem santovaronense, Inês Rodrigues,

A Comissão de festas está, pois, de parabéns.

IV Mostra Etnográfica “Fátima Verão”

Inserida nas Jornadas Europeias do Património e da comemoração do Ano Europeu do Património Cultural 2018, o Rancho Folclórico do Centro Beira Mondego (RFCBM) vai promover a sua IV Mostra Etnográfica “Fátima Verão”, subordinada ao tema “O Povo que Vive no Rio… ou o Rio que Vive no Povo.”
Trata-se de uma actividade a realizar no dia 29 de Setembro às 16:00 horas, no leito do Rio Mondego junto à foz da vala (grande areal avistado da ponte sobre o rio em Formoselha), um local também ele património cultural e natural.
Será um espectáculo diferente do habitual, onde serão recriadas algumas cenas, hábitos e actividades do quotidiano das gentes da freguesia de Santo Varão. Será, acima de tudo, um momento de memórias, de relembrar tempos, de homenagear todos os que no rio viveram e compartilharam momentos.
Venham assistir e juntem-se ao RFCBM que também farão parte da festa! (Fonte: Facebook do Rancho Folclórico do CBM – Santo Varão)

Exposição ” Em defesa do património local”

Tal como já foi divulgado, no âmbito das Comemorações do Ano Europeu do Património Cultural 2018, às quais todas as freguesias do concelho de Montemor-o-Velho aderiram, a Liga de Amigos de Santo Varão vai realizar uma exposição que, não só evoca o património cultural local, como pretende sensibilizar toda a população para o interesse na salvaguarda do mesmo.

Esta exposição, constituída por peças consideradas patrimoniais/locais, vai estar patente ao público nos dias 29 e 30 de Setembro próximo no Centro Cultural de Santo Varão e conta com o apoio da Junta de Freguesia local.

Ano Europeu do Património Cultural

No âmbito das comemorações do Ano Europeu do Património Cultural 2018, ao qual a Câmara Municipal de Montemor-o-Velho aderiu, através do associativismo concelhio, propõem-se, quer o Centro Beira Mondego ( via rancho folclórico) quer a Liga de Amigos de Santo Varão, realizar um conjunto de atividades locais, relacionadas com o seu património cultural, no dia 29 de setembro.

Concerto de Adriana Calcanhotto no CBM

adriana1

Aproveitando o seu regresso a Coimbra, no dia 1 de maio de 2018 o Centro Beira Mondego engalanou-se para receber a cantora e compositora brasileira Adriana Calcanhotto, considerada uma das mais importantes compositoras da música popular do Brasil contemporâneo pela variedade de estilos musicais que utiliza (samba, bossa nova, funk, rock, pop, baladas, etc.).

Adriana Calcanhotto está de novo na Universidade de Coimbra para dar concertos, para ensinar e para aprender. Leccionou o curso “Como escrever canções”, no qual foram abordadas temáticas como a especificidade da “escrita de canções” como uma atividade complexa, evolução do formato canção das origens ao tempo presente, estrutura e partes da canção e sentido e estrutura da canção.

adriana2

Um Olhar sobre a Faiança Ratinho

Ratinhos SV 2017-ver2Os “Ratinhos” é uma expressão que denomina os trabalhadores rurais da Beira que migravam sazonalmente para o Alentejo na época das ceifas.

A faiança Ratinho, produzida desde os finais do século XVIII, decorada com flores, penas e, mais tarde, com figuras típicas, é constituída por louça vidrada de produção popular das fábricas de faiança de Coimbra. Era um tipo de louça amplamente difundida e comercializada por ser extremamente barata, devido à fraca qualidade e ausência de valor artístico.

Como tal, sobretudo os pratos, eram então levados para o Alentejo por aqueles “Ratinhos” que pretendiam, durante o tempo de estadia nas ceifas, possuir um prato próprio, evitando partilhar o mesmo prato com várias pessoas na hora da refeição.

Esta louça denominava-se ainda por “Troca-Trapos”, pois era costume, no final da época da ceifa, serem trocadas por roupas, mantas ou tecidos da Fábrica de Lanifícios.

A investigação tenta encontrar possíveis influências da arte persa popular, sobrevivências da mais antiga cerâmica coimbrã designada Briosa ou afinidades espanholas, nomeadamente catalãs.

Atualmente, dado o desaparecimento do seu fabrico, constitui um incalculável valor artístico para os seus colecionadores.

É, pois, um espólio desta faiança que os visitantes poderão ver, se se deslocarem no próximo domingo, dia 9 de Abril, ao Centro Cultural de Santo Varão.

(Fátima Tarrafa, 2017)

11 de Dezembro: Visita ao presépio ao vivo de Penela

A visita ao presépio de Penela (http://www.penelapresepio.com/) será realizada no dia 11 de Dezembro (domingo), com partida de Santo Varão às 14:00 horas e regresso às 18:00 horas.

Crianças: grátis
Adultos: 6 euros (autocarro e entrada no recinto do presépio)

As crianças que frequentam a catequese em Santo Varão, assim como os seus pais, devem inscrever-se junto das respetivas catequistas. A visita é aberta à restante população, mas está dependente dos lugares vagos no autocarro.

penela